notícias

28/11/2014
Excelência em vendas garante comissão o ano todo
Excelência em vendas garante comissão o ano todo

A alta temporada de compras já começou e muitos vendedores comemoram a perspectiva de lucro com os percentuais comissionados, mas para conquistar o consumidor e fechar bons negócios é preciso investir tempo e atenção

No final do ano as lojas estão mais cheias, oportunidade para bons vendedores engordarem seus ganhos com as comissões. De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Maringá (Sivamar), não existe uma tabela, mas em média o comércio local paga de 1% a 3%, além do fixo (R$ 1.078). E tem gente que fatura alto, no caso os vendedores que transformam o ofício em expertise. Esses indivíduos são campeões em atendimento, conseguem dobrar o salário com as comissões, e na alta temporada de compras colhem os frutos de um ano inteiro de excelência.

Um desses profissionais é Ezequiel de Souza, 53 anos, o Zico, das Casas Ajita. Depois de 29 anos no segmento, ele se tornou uma referência em qualidade no atendimento, tanto que "herdou" daqueles compradores fiéis os filhos e netos que também se tornaram seus clientes. "Eu fico emocionado quando uma pessoa me procura e diz que alguém me indicou para atendê-la. Acho importante se dedicar ao que está fazendo e às pessoas que está atendendo", ensina.

É ao lado dele que os novatos da empresa se inspiram, e para o vendedor não há segredo, tudo reside na empatia, em tentar se identificar com o cliente, ouvi-lo e oferecer o produto certo. O resultado aparece na confiança do empregador e na comissão que é boa o ano inteiro e bem mais gorda na temporada de dezembro. "Eu já me aposentei, então não tenho mais tantos sonhos de consumo. A comissão desse ano vai para a reforma da casa".

Os ganhos podem ser altos nessa época do ano, mais uma razão para estimular quem se dedica e ajuda a promover uma imagem positiva da empresa. Professor do curso a distância de Gestão Comercial da Unicesumar, Alexandre Pieske é titular da disciplina Especificidades do Varejo. "A remuneração variável é uma estratégia de ganha-ganha", explica. O empresário abre mão de parte do lucro premiando o funcionário, porém o acréscimo no volume de vendas estimulado pelo "prêmio" compensa para os dois lados".

O bom vendedor não ganha apenas com as comissões, mas na confiança e no reconhecimento do cliente. Essa postura contribui para a construção de uma identidade positiva para a empresa, eles se tornam atrativos para o cliente.

Fonte: O Diário